De volta às raízes: lassalistas participam do Rondon 50 anos depois do primeiro projeto


_


viernes 14 de julio del 2017 a las 07:41 / Autor: oducal


O barco inicia sua trajetória águas do Rio Madeira adentro, seguindo o curso de um dos principais afluentes do Amazonas. À frente, os ribeirinhos desconhecidos, a rica troca de histórias e cultura a um balançar da embarcação. Eles levam para oferecer oficinas de empreendedorismo, marketing digital, cultivo orgânico, reciclagem, sustentabilidade, cooperativa, financiamento de projetos, entre outras. Ganham, em contrapartida, marcas mais profundas do que as estrelas tatuadas na perna do professor Roberto Primo a cada nova expedição. Será assim novamente nos cinco distritos em que os lassalistas pararem seu barco em Rondônia. Nesta quinta-feira, dois professores e dez alunos do Unilasalle-RJ saíram do centro universitário rumo à edição especial “Cinquentenário do Projeto Rondon”, garantindo, portanto, a segunda participação seguida no programa do Ministério da Defesa em 2017. A viagem de janeiro foi para o Tocantins, após aprovação de proposta com nota máxima.

Primo e Suenne Righetti, docentes de Engenharia de Produção, já podem ser considerados veteranos quando o assunto é Rondon e são os guias dos alunos na passagem por Calama, Demarcação, Nazaré, São Carlos e Cujubim Grande, todos distritos localizados ao longo do Madeira. O Rondon consiste na apresentação de oficinas e desenvolvimento de projetos por parte de estudantes universitários, visando o desenvolvimento sustentável e o bem-estar de comunidades afastadas dos grandes centros urbanos.

Como Suenne gosta de afirmar, o projeto traz de volta para casa cidadãos, no sentido completo da palavra. Desta vez, no entanto, há peculiaridades. “Sempre é uma experiência única para as crianças, mas essa é bem extremista”, atesta a professora, “Essa operação é um sonho de todo mundo que já fez Rondon. É a comemoração dos 50 anos e vamos viajar nos aviões da Força Aérea Brasileira para Rondônia. A região que escolhemos, no entanto, é bem inacessível, não haverá sinal para celular, nem internet. Dá um frio na barriga, mas estaremos de fato imersos nesta experiência”.

Na véspera da partida, os alunos conversaram com o reitor do Unilasalle-RJ, Irmão Jardelino Menegat, e posaram para a foto que já é praxe antes de cada aventura. O deslocamento nas aeronaves da FAB contou com escalas em São Paulo e Brasília, onde os lassalistas se juntaram a rondonistas de outros estados. Novamente a equipe do Unilasalle participa do conjunto “B”, que abrange as áreas de Comunicação, Tecnologia e Produção, Meio Ambiente e Trabalho. Agora os discentes ficam em quartel das Forças Armadas até o dia 9, em ambientação com os outros desbravadores. Os grupos só se separam no domingo, rumo aos diversos pontos de atuação. O retorno está previsto para o dia 23 de julho.


Av. Tepeyac #4800, Col. Prados Tepeyac, Edificio 5, 1° piso, Guadalajara, Jalisco, México | Teléfonos: +52 01 (33) 3134 0800 Ext. 1205 | Correo: contacto@oducal.com
Copyright ©2016 ODUCAL. Todos los derechos reservados.